O laboratório Cristália, ciente da necessidade de promover atualização constante à classe médica, desenvolveu o Programa de Educação Continuada Como Tratar Feridas com Kollagenase. A fim de apresentar informações e conceitos atuais que agreguem conhecimento à prática clínica, de modo aperfeiçoar a conduta dos especialistas no tratamento de feridas, o programa será composto por três módulos transmitidos ao vivo pela internet.

O programa foi aprovado pela Comissão Nacional de Acreditação (CNA) e oferece 6 créditos para obtenção do Certificado de Atualização Profissional (CAP) nas especialidades de Dermatologia, Clínica Médica, Cirurgia Plástica e Cirurgia Vascular. Para obtenção da pontuação, o participante deverá acertar 70% ou mais dos testes apresentados, somando todos os módulos.
adriano

MODERADOR
Dr. Adriano Antonio Mehl | CRM-PR 12959

Medicina Interna. Mestrado e doutorando (i.c.) em Ciências – Engenharia Biomédica pelo Centro de Pós-Graduação de Engenharia Elétrica e Informática Industrial da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). Médico responsável pelo Núcleo de Pesquisa, Prevenção e Tratamento de Feridas e Pé Diabético do Centro Médico Plunes e pela Comissão de Integridade da Pele do Hospital Santa Cruz, ambos em Curitiba/PR. Membro da European Wound Management Association (EWMA), da Association for the Advancement of Wound Care (AAWC), nos Estados Unidos, e da Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD). Médico preceptor no Programa de Geriatria e Gerontologia do Fundo de Apoio e Valorização do Idoso (FAVI). Coordenador médico da DEBRA Brasil. Consultor, pesquisador, professor e palestrante sobre novas tecnologias, terapias, equipamentos, processos e curativos para a prevenção e tratamento de feridas agudas e crônicas.

Luiz_Philipe

Módulo 1 | 5 de junho de 2018 | 20h30
O uso de colagenase em queimaduras
Dr. Luiz Philipe Molina Vana | CRM-SP 79754

Graduado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP). Residência em Cirurgia Geral e Cirurgia Plástica pela FMUSP. Especialização em Cirurgia Plástica no Shriners Burns Institute, Massachusetts General Hospital/Harvard. Especialista em Cirurgia Plástica. Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) e da Sociedade Americana de Cirurgia Estética, da Sociedade Brasileira de Queimaduras (SBQ). Diretor científico da Federação Latino-Americana de Queimaduras (FELAQ). Presidente da SBQ. Médico assistente da FMUSP. Atua no Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE), no Hospital 9 de Julho, no Hospital Alemão Oswaldo Cruz (HAOC) e no Hospital São Luiz, em São Paulo/SP.

Dimas

Módulo 2 | 18 de julho de 2018 | 20h30
O uso de colagenase em cicatriz cirúrgica no pós-operatórios
Dr. Dimas André Milcheski | CRM-SP 96425

Cirurgião plástico e de mão no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HC-FMUSP). Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), da Sociedade Brasileira de Cirurgia da Mão (SBCM) e da Sociedade Brasileira de Microcirurgia Reconstrutiva (SBMR). Médico assistente da Divisão de Cirurgia Plástica do HC-FMUSP. Médico do corpo clínico do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Possui mestrado, doutorado e pós-doutorado pela FMUSP.

Luciana

Módulo 3 | 27 de setembro de 2018 | 20h30
Abordagem baseada em evidências para feridas agudas pós-operatórias, queimaduras leves e feridas pós-reações medicamentosas graves
Profa. Dra. Luciana Patricia Fernandes Abbade | CRM-SP 80145

Professora assistente e doutora do Departamento de Dermatologia e Radioterapia na Faculdade de Medicina de Botucatu da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (FMB-UNESP). Docente permanente da pós-graduação em Enfermagem da FMB-UNESP. Responsável pela disciplina Atenção Integrada aos Pacientes Portadores de Feridas e Estomas da FMB-UNESP. Graduada em Medicina pela FMB-UNESP, mestre e doutora em Bases Gerais da Cirurgia pela UNESP. Orientadora, na pós-graduação, de diversos projetos sobre úlceras crônicas e de projeto apoiado pelo laboratório Cristália ("Biomembrana de hemicelulose versus curativo com colagenase no tratamento de úlceras venosas crônicas: ensaio clínico randomizado, aberto e controlado").

Em consonância com os termos da RDC ANVISA no 96/08, este programa destina-se exclusivamente a profissionais de saúde, autorizados a prescrever medicamentos.